Movimento protocola emenda ao pedido de impeachment do governador Carlos Moisés


O Movimento Vem Pra Direita Floripa protocolou uma emenda ao pedido de impeachment contra o governador Carlos Moisés (PSL). O documento foi entregue na segunda-feira (4) à Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina).

Segundo Alexander Brasil, advogado do movimento, as novas 50 páginas trazem informações sobre a compra de 200 respiradores fantasmas para os hospitais de Santa Catarina. “Estamos juntando essa denúncia a uma série de outras que nós tínhamos apontado nas 100 primeiras laudas”, disse.

Na peça, o movimento afirma que Moisés teria cometido crimes de responsabilidade, improbidade administrativa e crime contra a segurança nacional.

A primeira parte do documento havia sido protocolada em 13 de abril. No texto, o principal argumento usado para solicitar o pedido de impeachment era a proibição de funcionamento das diversas atividades.

Antes de ir para a presidência da Alesc, o pedido passa pela análise da procuradoria jurídica, que avalia se a denúncia respeita ou não os requisitos previstos em lei. Com base nesse parecer, a presidência arquiva ou dá prosseguimento ao processo.

Com informações ND Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 4 =